Porquê Sonic Generations é um jogo INCRÍVEL.

Uma review por Gustavo LaranJOOJ

OK, eu admito que tô meio nervoso agora.

Sonic the Hedgehog é uma franquia realmente enorme e famosa, e que eu literalmente só fui colocar as minhas mãos nos jogos dela, em 2020.

Provavelmente a minha única “bagagem” antes disso era o jogo Sonic Colors de Nintendo Wii que ainda devo tentar rejogar, mas fora isso nunca passei da segunda fase de absolutamente NENHUM jogo de Sonic, e alguns honestamente pra melhor (Sonic 1)…

Mas bom, ano passado comecei a me aprofundar mais nessa franquia, e no hype que eu tava, zerei alguns jogos como Sonic CD, Sonic 2, 3&K, Mania e etc. Fui terminando os jogos Clássicos da franquia por assim dizer. 

Mas vou te falar, sempre estive ansioso pra jogar os jogos mais novos e famosos do ouriço que muita gente ou adora e elogia até os dias de hoje, ou odeia e despreza até o fundo da alma.

Joguei até o momento Sonic Adventure, Adventure 2, Sonic Heroes, e principalmente Sonic Unleashed, sendo o mais recente.

Então, como alguém como EU, um cara que chegou atrasado numa fanbase gigante, jogou poucos jogos, quer falar justo do jogo de aniversário de 25 anos da franquia?

Mas bom, mesmo assim eu me senti na obrigação de comentar esse jogo em específico, visto que eu nunca me impressionei TANTO com um jogo de Sonic até o momento.

Então essa será a minha Review de Sonic Generations lançado Xbox 360, PlayStation 3 e Steam. Não comentarei a versão de 3DS pois não a joguei, mas algum dia pretendo pois parece mais uma expansão desse game.

Enfim, sem mais enrolação, vamos lá.

~ A História ~

De começo eu queria falar da história, justo pra tirar do caminho. Eu nunca ligo muito pra história de jogos como Sonic, por mais que tenham jogos sim com histórias bem cativantes como Adventure 2, eu nunca dei muita bola, “afinal eu tô aqui pra correr fast e escutar música boa”.

Mas a história de Generations é até uma das mais legais na minha opinião, justamente por alguns pontos específicos, e o principal sendo Sonic Clássico e Sonic Moderno, o encontro entre duas versões do mesmo personagem, que antigamente eram definidas apenas por uma mudança de design.

Por mais que Sonic Forces tenha cagado no lance do Sonic Clássico ser o Sonic normal só que do passado, eu adoro demais a interação dos dois, principalmente as reações do Sonic Clássico, visto que nesse jogo (e Forces) ele é basicamente um personagem de desenho animado antigo, nem falas ele tem. E também os comentários e as piadas do Sonic Moderno, que apesar de muita gente odiar até hoje, eu gosto demais.

Sem enrolação, a história começa com os amigos do Sonic preparando uma festa de aniversário surpresa pra ele, quando de repente um monstro abre um buraco no céu e suga todos os personagens que estavam lá deixando Sonic inconsiente.

E assim a história segue, com cada fase você tendo que passar pela fase, e com ambos os Sonics, resgatar a “vida” de locais que Sonic já visitou antes e por consequência os personagens que foram capturados.

Não vou dar spoiler do final though, mas eu adorei o plot twist no fim e é uma das poucas vezes que eu vejo ele sendo usado bem em jogos assim, eu realmente fiquei surpreso.

~ As Fases: Act 1 ~

Mas agora sobre o que eu realmente importa: as fases. E elas são simplesmente fenomenais. Só isso mesmo.

Em Sonic Mania é bem interessante o jeito como eles fazem a mesma fase de um jogo passado, só que com elementos novos e o Segundo Ato sendo algo completamente novo. E nesse jogo, acontece mais ou menos a mesma coisa.

O jogo é separado em dois atos, o 1º com Sonic Clássico, com fases 2D no estilo dos jogos antigos de Mega Drive, e as fases do Sonic Moderno sendo 3D com seções 2D, mas ainda com os controles que ele tem normalmente.

Green Hill com Sonic Clássico

Ambos os atos são muito interessantes, até porque não são só um reharsh de fases antigas, e sim fases com temas antigos, mas com level design totalmente novo. E CARA que level design é esse. 

Pra começar: as fases do Sonic Clássico.

São bem interessantes e divertidas, apesar de que os controles são diferentes dos jogos de Mega Drive e Sonic Mania, mas é compreensível visto que uma recriação totalmente fiel dos controles originais feita na engine desse jogo seria algo quase impossível. 

Nos controles temos algumas praticidades, você apenas precisa apertar X/quadrado e faz um Spindash, sem precisar apertar baixo + botão de pulo. E cara, como o Spindash desse jogo é apelão. Ele provavelmente te dá mais propulsão do que aquelas molas vermelhas, além de que é bem prático, só com um apertar de um botão. Nesse jogo o botão B/círculo faz ele abaixar, algo que é usado em umas duas fases que eu me lembre.

O Sonic Clássico na gameplay dele também tem umas pequenas diferenças na física, como o pulo ser um pouco baixo, ele demorar um pouco pra se levantar ao tomar um hit, etc, mas algumas dessas coisas são mais costume mesmo, tipo, tu realmente vai ter que esquecer o jeito que você jogava os Sonics antigos por causa do que eu disse da engine. 

Mas, enquanto as fases Clássicas são maneiras e tal, AS FASES DO SONIC MODERNO, MEU CONSAGRADO… 

~ As Fases: Act 2 ~

É aí que pra mim realmente esse jogo brilha pra mim. O segundo ato é com o Sonic Moderno, com os controles dos jogos de Boost do ouriço, como Sonic Unleashed, Rush e Colors. 

E te falar a verdade, eu amo todas as fases Modernas. 

Sem exceção. 

As fases tem idéias criativas pra caramba, mas ao mesmo tempo nostálgicas e bem feitas que eu ficava surpreso a cada fase.
As fases 3D como eu disse são no nipe dos jogos de Boost, ou seja, nada de Spindash, aqui o bagulho é homing attack nos inimigos e BOOST com velocidade alta, e umas mudanças aqui e ali que são mecânicas bem interessantes e dinâmicas.

Temos o Drift, retornando de Sonic Unleashed, que tu faz apertando o botão de gatilho com o Boost, o Stomp (um chute pra baixo que esmaga o que tiver ali, usado pra destruir caixas e abaixar plataformas), e até mesmo algumas mecânicas antigas voltam, como o Light-Speed Dash de Sonic Adventure e o Slide usado pra se abaixar rapidamente e deslizar entre aberturas pequenas.

E na minha opinião os controles do jogo são sim uma melhora DRÁSTICA desde Sonic Unleashed.
Enquanto não posso comparar os controles com os de Colors, visto que como eu disse, faz realmente muito tempo desde que eu joguei esse jogo, Generations tem uma gameplay muito mais… Gostosa, de jogar, comparando com Unleashed.
Em Sonic Unleashed coisas como o drift e wall jump eram meio difíceis de fazer e em geral parecia meio escorregadio o controle.

E tudo isso pode parecer até complicado, mas mescla tão bem na gameplay que fica dinâmico e simples de fazer, sem muita complicação.
O level design das fases modernas são um pouco mais compridos, tendo múltiplos caminhos que levam a uma rota mais curta, uma estrela vermelha (que libera artworks ou músicas, que falarei mais tarde) ou só uma parte nova da fase, algo que realmente influencia no fator replay das fases (e pra deixar claro, também tem esse tipo de coisa nas fases do Sonic Clássico).

E cara, por acaso eu já mencionei o QUANTO ESSE JOGO É LINDO?

Cacete, provavelmente é o Sonic 3D mais lindo que eu já vi até hoje, nem mesmo Sonic Forces chega nesse nível. A versão HD do jogo tem uns dos gráficos mais suaves e bonitos que eu já vi num jogo de Sonic, e também as fases (tanto Clássicas quando Modernas) tem uma câmera super dinâmica e até cinematográfica deixando os ambientes mais vivos. Sem brincadeira, é surreal o quanto que esse jogo é detalhado e bonito para os dias de hoje, chegando ao nível de Unleashed em gráficos.

Rooftop Run com Sonic Moderno
Sky Sanctuary com Sonic Clássico

~ As Fases: Act 3 ~

Mas agora, eu tô falando que as fases são incríveis e isso e aquilo mas que fases que são essas?

Pois bem, pra você que eu tenho certeza que não perguntou isso, eu lhe respondo, eles pegaram uma fase de cada jogo principal de Sonic, sendo elas:

  • Green Hill de Sonic 1 de Mega Drive;
  • Chemical Plant de Sonic 2;
  • Sky Sanctuary de Sonic & Knuckles;
  • Speed Highway de Sonic Adventure;
  • City Escape de Sonic Adventure 2;
  • Seaside Hill de Sonic Heroes;
  • Crisis City de Sonic 2006;
  • Rooftop Run de Sonic Unleashed, e por fim;
  • Planet Wisp de Sonic Colors.

Honestamente eu questiono algumas decisões de fases, tipo, eu entendo completamente Green Hill, Chemical Plant, etc, mas Sky Sanctuary? Tipo, sem querer ser chato, a Sky Sanctuary já é uma fase maravilhosa nesse jogo, mas é estranho não ter nenhuma fase de Sonic 3 em si.

E também, a Sky Sanctuary nos créditos tá marcada como do Sonic & Knuckles sozinho, sem ser Sonic 3 & Knuckles completo… Provavelmente isso deve ter a ver com a confusão de direitos que envolve Sonic 3, então é… Não posso criticar muito.

O mesmo com Planet Wisp na minha opinião, tinham tantas fases memoráveis de Colors, Asteroid Coaster encaixaria bem como uma última fase.

Enfim, isso é mais nitpick meu mesmo, as fases ainda são excepcionais em seu próprio mérito, com as seções 3D de pura velocidade desenfreada e plataforming dinâmico, e seções 2D um pouco menos fast e mais cautelosas. Também como eu disse antes, as fases são enormes mas, não são arrastadas, assim como Sonic Mania, o jogo tem múltiplos caminhos que você pode tomar pra ganhar algum bônus, ou só terminar mais rápido e ganhar um Rank bom.

Sonic Moderno na tela de Rank.
Sonic Clássico com animação fofinha na tela de Rank.

~ A Trilha Sonora: Act 1 ~

Mas partindo pra uma coisa que eu adoro falar, eu DEFINITIVAMENTE não posso deixar de comentar a OST desse jogo.

Cara, essa trilha sonora inteira é um dos maiores fan-services que eu já vi ma minha vida, sem sacanagem. Esses caras com certeza conhecem Sonic e manjam MUITO, MAS MUUUUITO da franquia. Para as fases Clássicas temos músicas que remetem ao estilo do Mega Drive com a percussão do Genesis e com sintetizadores na maioria das vezes (senão todas) pra complementar as músicas.

Pode parecer estranho, mas depois que eu me toquei que na real a OST toda dos jogos clássicos são sintetizadores da época com o soundchip do Genesis eu apreciei bastante o esforço, pois realmente são awesome. Algumas músicas dos jogos originais são tão boas que apenas mudaram uma coisinha ou outra pra diferenciar e destacar elas, como a Chemical Plant Clássica que tem uma percussão realista de fundo, e um sintetizador no refrão, e City Escape Clássica que é um remix techno incrível da música original (que inclusive foi feito pelo Cash Cash que é um grupo que fez a música Reach for the Stars de Sonic Colors).
Detalhes pequenos mas que eu aprecio bastante.

~ A Trilha Sonora: Act 2 ~

A OST das fases MODERNAS são remixes completos de músicas antigas, no caso de Green Hill, Chemical Plant, Sky Sanctuary, etc, com o estilo de música que combina com o Sonic Moderno, e em alguns casos como eu disse, são só uma refinada, como Crisis City, Seaside Hill (que tem a genial ideia de juntar músicas dos dois atos da fase original), Planet Wisp (que pula a parte calma de piano do começo, e vai direto pras guitarrinhas), City Escape que tem uma “bassline” e guitarras mais agressivas do que a versão original (e eu não duvido que chamaram o Crush 40 de novo só pra refazer a música).
Além de tudo isso, temos as músicas além das fases que vão de remixes de Sonic 3D Blast de Saturn, Sonic Battle de GBA, Knuckles Chaotix, Sonic 4, e até a SONIC MEGA COLLECTION. Eu não tô zoando, eles homenagearam até os jogos mais obscuros de todos.
É muita coisa mesmo cara, e eu não tenho nada além de elogios pra trilha desse game.

~ Pontos Negativos… …pelo menos alguns. ~

Mas ok, eu até agora só falei bem pra caramba desse jogo, mas e os defeitos dele? Pois bem, como é de praxe nem todo jogo é perfeito, e tem umas coisinhas que me incomodaram um pouco.
Por mais que eu gostei demais das fases do jogo, de verdade, tiveram alguns momentos bem frustrantes e desnecessários eu acho, como Seaside Hill Clássica ser uns 40% debaixo d’água, tipo, NAMORAL não precisa de outra fase aquática, no mesmo jogo (e só o fato dessa seção ser literalmente a mesma da Labyrinth Zone me deixa meio ‘-‘).

Além também das fases Clássicas de Crisis City e Planet Wisp que são chatinhas de passar mesmo, mas depois com mais prática elas ficam bem mais interessantes.
Mas bom, eu já mencionei que nas fases você joga 2 atos, 1 com Sonic Clássico e 1 com o Sonic Moderno.
Mas a cada 3 fases você tem que fazer 1 missão especial de cada fase pra progredir, que ficam no mini Hub World do jogo. Isso é uma coisa que eu gosto e não gosto ao mesmo tempo, pois, de um lado quebra o ritmo do jogo, você tem que parar, fazer uma missão por fase, e AÍ SIM ir pro Boss, mas as missões por outro lado são MUITO divertidas, sério.

Tem umas que mudam quase COMPLETAMENTE o design das fases, e também nelas que eu coloco a função maravilhosa de mudar a música da fase em ação. Cada missão pode vir ou com um artwork ou uma música de um jogo antigo pra você ouvir ou mudar na fase do jogo. Isso é uma ideia tão fenomenal que eu não tenho nem PALAVRAS. Esses malucos sabem o que estavam fazendo, e jogar Rooftop Run com Endless Possibility ao fundo, ou Crisis City com His World foi uma experiência muito épica. E os caras tem gosto bom pra música de Sonic, viu?


Selecionaram umas das mais brabas de cada jogo, e quando eu digo CADA JOGO, EU FALO SÉRIO, tem músicas até de Sonic Advance, Sonic Rush, Sonic Riders, Secret Rings, Black Knight até FUCKING SHADOW THE HEDGEHOG não foi esquecido. Além de remixes maravilhosos de algumas músicas antigas. Como eu disse sobre as missões, elas são obrigatórias pra tu progredir, e a mesma coisa com as Rival Battles do jogo, que são batalhas de chefes que você tem que fazer contra rivais de Sonic, no caso Metal Sonic, Shadow the Hedgehog e Silver the Hedgehog. Eu honestamente gostei demais das batalhas, mas fico meio incomodado com a implementação delas.

Tipo, tu ganha uma esmeralda pela batalha, e mais uma pelas Boss Battles entre cada 3 zonas do jogo, e você precisa das 7 pro final, mas aí tá o lance, elas são OBRIGATÓRIAS. Então tipo, se elas são necessárias pra jogar o final do jogo então POR QUE não colocaram ela no meio das fases?
Tá que elas não são lá escondidas e são batalhas fáceis talvez, mas cara, não faz muito sentido essa lógica. Novamente, é um nitpick meu na minha opinião, pois não atrapalha as batalhas serem no meio ou tu podendo acessar quando quiser, mas é uma decisão esquisita.

Bom, eu disse provavelmente tudo que eu precisava fal– NÃO, TEM MAIS.

~ As Boss Fights (alerta de spoiler) ~

Ok, agora eu quero falar das Boss Fights do jogo, que cara… Não desapontam nem um pouco.

A primeira com o robô da batalha final de Sonic 2, que é uma batalha bem épica com várias etapas, a primeira parecida com a do jogo original, e depois você tendo que desviar dos socos do chefe, enquanto coloca bombas pra ele socar, o Sonic subir na mão do robô de dar dano. A primeira vez que eu lutei contra esse robô com certeza não foi fácil, mas até eu conseguir foi bem divertido e épico, pela música também.

A segunda é o PERFECT CHAOS direto de Sonic Adventure. A minha surpresa ao ver esse cara retornando foi sem igual, cara. A batalha segue quase igual a original, só que com algumas coisas mudadas e obviamente com a gameplay do Sonic Moderno de Boost.

O terceiro Boss é a Egg Dragoon de Sonic Unleashed, que diferente desse jogo, aonde tu luta com ela usando o Werehog, a batalha em Generations é realmente intensa, frenética e épica. Uma das melhores Boss Fights de Sonic na minha opinião.

E por fim o último chefe, o Time Eater. É a batalha final do jogo, e ainda que temos a sempre épica transformação do Super Sonic, essa batalha não é tão marcante quanto outras, até por ser um pouco fácil até. Apesar disso ainda sim é uma batalha satisfatória no final.

~ Algumas outras coisas ~


Pois é, eu ainda não terminei com esse jogo ainda. Eu sei que tá longo pra cacete mas ainda tem algumas coisas que eu gostaria de comentar sobre.

Primeiramente, esse jogo tem uma coisa que de início não me chamou tanto a atenção, mas que acabou sendo bem útil, que é a Skill Shop.
Em Generations, algumas missões dão certas skills que você pode equipar e usar nas fases, como os escudos Clássicos de Água, Fogo e Eletricidade, aumentar a barra de Boost do Sonic Moderno, ou melhorar os controles debaixo d’água, coisas que certamente podem fazer seu tempo nas fases ser um pouco mais tranquilo.
Mesmo assim, você pode jogar o jogo INTEIRO sem sequer tocar nessa Skill Shop, algo que eu aprecio demais.

Além de tudo, ao zerar o jogo temos nosso amado Super Sonic como uma skill para equipar, e apesar do funcionamento dele ser praticamente idêntico aos outros jogos, você pega 50 anéis e BAM, tá pronto pra usar, eu achei essas interação do Super Sonic provavelmente a mais fraca da série inteira.

Eu sei que eu já disse que os controles do Sonic Clássico nesse jogo são diferentes, mas mesmo com o Super Sonic, ele não fica mais “leve”, como ele deveria ficar. Você apenas sente que é um modo de invencibilidade que te custa anéis, e só isso. E nem mesmo a velocidade padrão dele muda tanto, apenas BEEM pouco.

Já a história é um pouco diferente com o Sonic Moderno, já que realmente o Super Sonic é bem útil já que deixa a barra de Boost ilimitada, e também você praticamente VOA se usar ela, porém os anéis drenam muito rapidamente, tanto no Clássico quanto no Moderno.

Então, utilizar o Super Sonic nesse jogo acaba não valendo tanto a pena, quanto valeria em outros jogos.

~ Conclusão ~


Enfim, pra concluir, apesar de alguns probleminhas desse jogo, eu amo Sonic Generations demais. Ele provavelmente se tornou meu segundo Sonic favorito, cara.
Um jogo que apesar de depender da nostalgia de jogos passados consegue inovar e ser um jogo incrível e divertido.
E justo por isso eu não sei se poderia recomendar ele pra qualquer pessoa, além de um fã de Sonic, pois as referências e throwbacks do jogo ficam muito mais legais se você jogou os originais primeiro.
Mas mesmo assim, jogue Generations, você não vai se arrepender.

Eu vou ficando por aqui, e como diria um cara que eu gosto demais,
Toot Toot Sonic Warriors!

4 comentários

  1. Sonic Generation é um puta jogo, com seus problemas. As fases em 2D pra mim são bem sem sal e são BEM CHATAS, e as 3D são um FUCKING MAXIMO. Uma pena que as missões quebra o ritmo pra mim, e não só isso, se ao menos eu gosta-se delas…… mas eu odeio pqp KKKKKKKKKKKKKKKKK

    mas enfim, ótima review meu consagrado, só to comentando agora pq DESCOBRI HJ QUE TEM COMO COMENTAR KKK, to ansioso pra próxima hein. Já vou montando minha próxima e vou deixar no rascunho, venha comigo tbm :thumbsup:

    Curtido por 1 pessoa

  2. Era pra eu ter mandado todo aquele negócio no discord aqui mas agora já foi.
    Você conseguiu muito naturalmente desenvolver seu estilo próprio de escrever, falar sobre as partes mais importantes e menores com personalidade e identidade. Eu cobri páginas no discord falando sobre seu texto, mas acho que aqui vou deixar resumido. Parabéns Laranja pode me comer agora :flushed:

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s